Tommy Hilfiger – Conheça a História da Marca e aprenda a Pagar Menos.

Desejados  por  jovens do mundo todo, os produtos Tommy Hilfiger são reconhecidos em qualquer lugar, isso devido à sua logo icônica.

Além de seu diferencial estético, o segredo para o sucesso é encontrado na própria trajetória da empresa.

Mais precisamente na habilidade para moda, administração e publicidade de seu criador, Thomas Hilfiger.

Vamos conhecer mais da história da Tommy Hilfiger?

História da Marca Tommy Hilfiger

Tommy Hilfiger: Como nasceu

Thomas Jacob Hilfiger, ou simplesmente Tommy, deu seus primeiros passos no mundo da moda quando tinha apenas 18 anos.

Naquele tempo, ele ganhava a vida customizando jeans e os revendendo.

Dizem que ele começou esse negócio com apenas US$ 150 e 20 calças boca-de-sino.

O fato foi que oito anos depois já contava com uma rede de dez lojas de roupas e acessórios distribuídas por toda Nova York.

Além de seguir a moda característica dos anos 1970, nas primeiras lojas de Tommy Hilfiger, já era possível encontrar peças exclusivas.

Os estabelecimentos também serviam de palco pra concursos e apresentações de DJs regularmente, tornando-se pontos de encontro de jovens.

Mas a crise econômica fez com que tudo isso acabasse.

Tommy foi trabalhar como estilista na empresa Big Apple e só voltou ao mundo dos negócios  alguns anos depois.

Quando fundou a Tommy Hilfiger Corporation com ajuda do empresário indiano Mohan Murjani.

Foi então que lançou sua primeira coleção de roupas masculinas voltada principalmente para os jovens universitários.

Em 1986, inaugurou as duas primeiras lojas em Nova York e em Los Angeles.

No ano seguinte, a marca Tommy deu os primeiros passos rumo à conquista do mundo com a distribuição dos produtos pro Canadá e Panamá.

Em 1992, foram inseridas meias, camisetas, cintos, entre outras peças na coleção. A marca chegou nessa mesma época ao Japão.

A Tommy Hilfiger foi comprada pelo empresário Philips-Van Heusen, proprietário da Calvin Klein, em 2010.

Depois disso, no mesmo ano, chegou às lojas o perfume Loud, com versões para homens e mulheres.

Tommy Hilfiger usa Publicidade como diferencial

Entretanto o talento de Tommy para a publicidade foi definitivo para o sucesso da marca.

Ele investiu 3 milhões de dólares na divulgação de suas criações em um enorme outdoor, na Times Square.

O investimento atraiu a atenção e interesse do público e mídia.

Ao ousar proclamar a Tommy Hilfiger como um dos quatro grandes nomes da moda masculina americana.

Em uma época em que grande parte das marcas de grife buscavam sempre o mesmo público  (homens, brancos e jovens).

O feeling de Tommy fez com que apostasse em classes economicamente baixas.

O sinal de que estava no caminho certo foi o aparecimento de Snoopy Dogg vestindo uma peça da Tommy Hilfiger em público, incentivando jovens negros a aderirem à marca.

Então o estilista criou uma coleção com peças mais largas e casuais, inspiradas no estilo streetwear (moda das ruas).

Depois disso, tratou de vestiu outras celebridades do mundo da música, como Lenny Kravitz.

Portanto esse caminho tornou os produtos procurados por pessoas que com um estilo mais descolado sem abrir mão da elegância que somente as grifes oferecem.

Tommy Hilfiger e seus principais produtos

Atualmente, a empresa conta com lojas espalhadas por várias partes do mundo e entre os produtos mais procurados, destacam-se camisa polo, relógios, calça jeans e perfumes.

Acessórios e vestuário desenvolvidos especialmente para as mulheres são grandes apostas e sucessos da marca, incluindo as famosas bolsas em formatos nada convencionais.

Acima de tudo, como os produtos vendidos no Brasil geralmente têm valores muito altos, a solução é importar Tommy Hilfiger por preços mais em conta.

Saiba como fazer isso por meio do curso da Academia do Importador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *