Blog > Artigos > Taxas e Impostos > Saiba como Contestar uma Cobrança Indevida de Impostos sobre Produtos Importados

Saiba como Contestar uma Cobrança Indevida de Impostos sobre Produtos Importados

Comprar em lojas virtuais internacionais é uma maneira prática e econômica de encontrar diversos tipos de produtos com preços bem mais baratos sem sair de casa.

No entanto, mercadorias adquiridas fora do território nacional são passíveis de taxas de importação.

Quando chegam ao Brasil, as encomendas vão direto para a Alfândega.

Onde são analisadas por um fiscal da Receita Federal que atribui ou não impostos a elas de acordo com o seu valor total.

Pela lei, remessas enviadas de pessoas físicas para pessoas físicas até o valor total de 100 dólares são isentas das taxas.

Para compras entre 100 e 500 dólares, é cobrada a alíquota de 60%  sobre o custo da mercadoria (que inclui valor do produto e frete).

Além do ICMS que tem porcentagem variada em cada estado.

De 500 até 3 mil dólares, é necessário fazer um desembaraço aduaneiro por meio do Importa Fácil dos Correios.

Se a encomenda for encaminhada por uma pessoa jurídica, certamente o pacote será tributado independente do valor.

Quando a mercadoria é tributada, o comprador recebe um comunicado informando o valor da taxação e a agência dos Correios a qual deve se dirigir para fazer o pagamento em dinheiro e retirar o produto.

Se você verificar que a cobrança é de alguma forma equivocada, é possível recorrer e solicitar uma reanálise.

Apesar de ser um processo muito simples, contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados exige alguns passos fundamentais.

Para garantir que seja feito com mais rapidez e sem mais aborrecimentos.

Como Contestar uma Cobrança Indevida de Impostos sobre Produtos Importados dos Estados Unidos

Vale a pena contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados?

Ao contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados, você deve estar consciente de que suas compras voltarão à Alfândega para reavaliação.

Assim como demorou da primeira vez, esse processo também exige um prazo grande e, como consequência, uma boa dose de paciência.

Para evitar mais aborrecimentos, analise se realmente vale a pena fazer a solicitação. Se a diferença for pequena, talvez seja mais viável pagar o valor cobrado.

Solicite o Requerimento de Revisão de Tributos

O primeiro passo para contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados é solicitar o Requerimento de Revisão de Tributos.

Trata-se de um documento, disponível no site ou agência dos Correios, que você deve preencher e entregar a mesma instituição.

Coloque adequadamente o seu nome, endereço, documentos e marque a opção “Revisão do Valor Tributado”.

Insira o número da Nota de Tributação Simplificada (NTS), que fica anexada à encomenda.

Em seguida, justifique o seu pedido no campo do formulário destinado a isso.

Prepare os comprovantes da compra ao contestar uma cobrança indevida sobre produtos importados

Ao importar qualquer produto de lojas virtuais, você deve guardar o comprovante com todos os dados referentes à transação, inclusive seu valor total.

Isso é importante porque você pode precisar do documento, principalmente se tiver que contestar uma cobrança indevida de impostos.

Nesse caso, são válidos: cópia da fatura do cartão de crédito em que constam data e valor da compra grifados, comprovante do PayPal, imagem da página do produto, nota de compra, entre outros.

O documento escolhido deve ser anexado à solicitação de reexame dos impostos. Com o objetivo de comprovar que a cobrança da taxa é realmente indevida.

Coloque um dado atualizado de contato

Ao contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados, você deve colocar todos os seus dados corretamente.

Incluindo principalmente as formas de contato em que você está mais disponível.

Informe telefone fixo, celular e e-mail para receber as mensagens mais rapidamente. E prevenir-se de eventuais atrasos no já demorado processo de reavaliação.

Aguarde o prazo de reavaliação

Quando se certificar de que o documento foi preenchido corretamente, entregue-o na agência dos Correios.

Em seguida, você deve aguardar o prazo de 20 e 25 dias para obter uma resposta. Se você é usuário do Idcorreios esse processo pode ser diferente.

Simule o preço total do produto ao importar

Apesar da importação de muitos produtos sair bem mais em conta do que realizar compras por aqui.

Os impostos que incidem sobre eles devem ser considerados antes de efetivar a transação.

Faça sempre a simulação do valor total que deverá pagar, incluindo os impostos, para analisar se vale a pena ou não fechar o negócio.

Dessa forma, você evita surpresas com taxações.

Aprenda a importar diversos produtos com mais segurança e economia.

Matricule-se no curso Academia do Importador, que ensina diversas técnicas que irão ajudá-lo.

 

Leia também outros artigos do nosso Blog:

69 comentários em “Saiba como Contestar uma Cobrança Indevida de Impostos sobre Produtos Importados”

  1. Infelizmente para ter o pacote você terá que pagar Selma. Se o valor estimado que você colocou era apenas simbólico você deveria ter colocado menos, aliás, como costumamos dizer… Fedex é um frete proibido para importadores pois tem muitas taxas adicionais exclusivas do frete.

  2. Sim, é cobrança indevida, só podem cobrar imposto em produtos acima de 100 dólares e mesmo na portaria da receita abaixando a isenção de 100 para 50 dólares ainda sim encaixaria na isenção, visto que 30 dólares é pra ser isento.

  3. Estranho isso Miguel, qual foi o frete utilizado?
    Existem fretes que são proibidos para nós importadores, com muitas taxas adicionais.

  4. Miguel Ângelo de Sousa disse:

    Boa tarde Filipe Barcellos, em relação a mercadoria, ela chegou aqui em Fortaleza, só que o ICMS foi pago para o estado de São Paulo e agora o fiscal aqui de Fortaleza, está exigindo o recolhimento do imposto, nesse caso como devo proceder? pagar o ICMS novamente e solicitar a devolução do ICMS de São Paulo pago indevidamente. O que devo fazer agora?

  5. Selma disse:

    Eu moro na Dinamarca e enviei um pacote pelo FedEx com um documento importante para o meu irmão e também dois pequenos bonecos feito por mim de crochê que seriam de presentes para meus sobrinhos, o peso não passou de 500 gramas, foi pago tudo, pelo transporte e pelos bonequinhos que foram juntos, foi detalhado na pacote que era um documento e dois bonecos, e ainda foi colocado o valor estimado do conteúdo, como foi feito por mim não foi comprado, só coloquei o valor que poderia ser, em um total de 1000 coroas dinamarquesa, e paguei 1600 coroas por tudo, tinha o prazo de entrega até três dias, mas quando chegou no Brasil ficou retido na alfândega em São Paulo, liguei para o fedex Brasil e eles me informaram que na alfândega estavam querendo saber o valor dos bonecos e que se não foi comprado que era para eu enviar prints de site de internet mostrando mais ou menos quanto custaria, pedi para meu irmão no Brasil fazer isso porque como a encomenda estava indo pra ele com o nome dele, meu irmão preencheu um formulário explicando que não era compra e sim presente artesanal feito por mim, mas no outro dia o FedEx enviou um e-mail para o meu irmão dizendo que eles pagaram as taxas e que a mercadoria está no escritório do FedEx Rio e que pra ele retirar tem que pagar 2600 reais, enviaram uma fatura para o meu irmão. Eu estou pasma com isso, por que o FedEx daqui da Dinamarca não avisou que haveria essas taxas absurdas, o pacote praticamente tá valendo 3 mil reais, porque foi pago aqui e agora tem que pagar pra retirar no Brasil, eu não entendo porque o FedEx pagou a alfândega sem pedir autorização ao meu irmão se poderiam fazer isso? Agora eles estão cobrando do meu irmão uma encomenda que já foi paga aqui! Por eles não avisaram que se não pagasse a alfândega seria devolvido ao remetente que no caso sou eu? Agora estou tremendamente irritada e preocupada porque no pacote tem um documento importante que foi feito na embaixada brasileira aqui na Dinamarca. Agora fico pensando que perdi o documento e terei que fazer outro.

  6. Larissa disse:

    Boa noite, pode me ajudar? Fui cobrada no valor de R$102,70 por uma compra que julgaram valer USD30,78. Estou confusa quanto a ser válida ou não essa cobrança pois não paguei minha encomenda em dólares. O site já cobrava diretamente em reais, na minha fatura aparece em reais, sem cobranças em dólar traduzidas.
    Vejo também na lei No 1.804, DE 3 DE SETEMBRO DE 1980 no Artigo 2: “sobre a isenção do imposto de importação dos bens contidos em remessas de valor até cem dólares norte-americanos, ou o equivalente em outras moedas, quando destinados a pessoas físicas”.

    Isso categorizaria uma cobrança indevida? Paguei na verdade bem mais do que estão me cobrando. Aproximadamente 500 reais com essas compras e tenho medo de verem que vale mais do que estão cobrando e colocarem uma multa.

  7. Qual foi o tipo de importação Ângelo? Confira seu endereço de entrega, estando correto vai chegar na sua casa por mais que esse pagamento tenha sido gerado em São Paulo.

  8. Miguel Ângelo de Sousa disse:

    Bom dia,
    Fiz uma compra dos Estados Unidos e quando a mercadoria chegou no Brasil, em São Paulo, ao invés do despachante emitir o DAE direcionado para Fortaleza, o mesmo gerou o pagamento para São Paulo e agora como devo proceder para a minha mercadoria chegar ao destino final será que vou pagar novamente esse imposto? Preciso de uma orientação para tal procedimento.
    Ângelo

  9. Se não tiver como provar fica complicado Balbina.

  10. Balbina s. Silva disse:

    Hola, bom dia. Sou Balbina e se encontra um objeto na alfândega em Rio de Janeiro que veio pelo correios enviado por um amigo no valor de 70 euros, só que veio com valor de 700 euros e estão mim cobrando taxas altas, não posso pagar e posso corrigir o valor? so que não tenho como provar que posso fazer para contestar?

  11. É possível sim Raquel, siga as instruções do artigo.

  12. Raquel disse:

    Boa noite. Eu mandei mudança do Reino Unido para o Brasil, após morar mais de um ano no exterior. Eles me cobraram quase 4mil reais de imposto. Eu não sabia que poderia contestar, já que era mudança e paguei uma das cobranças. É possível pedir o reembolso desse dinheiro e/ou revisão mesmo depois de pago? Obrigada

  13. Costume dizer que DHL é um frete proibido para nós importadores Lidiane. Por mais que são roupas usadas, que você tenha enviado como presente, isso não isenta você das taxas que existem por lei, muito menos das taxas adicionais da DHL.

  14. Fedex é um frete proibido para nós importadores Camila. Por mais que seja um presente, as taxas adicionais desse tipo de envio mais as taxas normais somam realmente um valor muito alto, nesse caso não tem justificativa para contestar a cobrança. Só o valor de 208 euros já passa o valor permitido, somando com o valor do frete, as taxas adicionais… É realmente bem inviável.
    Você pode entrar em contato com a Fedex para tentar um parcelamento desse valor.

  15. Camila disse:

    Boa noite! Minha irma enviou um presente da Irlanda e declarou o valor correto de 208 euros… recebi uma ligação da Fedex falando que fui taxada em mais de R$2000,00… trata-se de um presente e mesmo que não fosse o valor vai além dos 60% + ICMS… como a fedex já efetuou o pagamento junto a Receita, há alguma forma que eu possa contestar tal valor? Obrigada!

  16. Lidiane disse:

    Bom dia!!
    Eu moro na Alemanha e enviei pela DHL uma caixas com roupas usadas da minha filha, para a minha sobrinha que mora no Brasil. Aqui, a DHL sugeriu declarar 300€ por causa do seguro de envio. A minha irmã recebeu o aviso dos Correios que será necessário pagar 1.383,37 reais para retirar a caixa. Eu não tenho nota das roupas e calçados, até pq comprei pra minha filha há 2anos, mas de algumas peças, tenho fotos dela usando, isso serveria de prova para entrar com recurso? Tem como pagar o valor exigido pelos correios, pegar a mercadoria e depois entrar com recurso?
    Desde já muitooo obrigada!
    Lidiane

  17. Não Natalie. Fedex é um frete proibido para nós importadores.
    Para fazer sua importações você deve seguir o método correto, passo a passo para evitar problemas como esse.

  18. Natalie R. disse:

    Bom dia,

    Eu fiz uma compra o valor de $30 (onde no site ja declarava que estava incluso o frete), porem ao receber a encomenda fui taxada no valor de 405 reais de imposto – muito acima dos 60%.
    Entrei em contato com a Fedex (o remetente mandou por eles) e fui informada que o valor declarado da compra foi de $30 mais $33 da entrega – o que nao faz o menor sentido ja que no meu invoice eu nao tenho isso – mas ainda o valor continua abaixo dos 100 dolares.
    O problema eh que a Fedex nao quer recorrer (eles pagaram esse valor) e nao quer me entregar a encomenda, e eu nao posso recorrer junto a Receita visto que eu nao paguei pra eles.
    Alguma ideia de como proceder?

  19. Você ultrapassou o limite permitido por lei Michelly, NESSE VÍDEO do nosso canal falo um pouco sobre o assunto “importar sem ser taxado”. De qualquer forma faça os cálculos para saber se o que estão cobrando está fora do que deveria, para pelo menos você recorrer caso estejam cobrando mais do que deveria, o que realmente não acontece, o imposto é alto mesmo. Mas, caso queira ficar livre de um imprevisto como esse você pode aprender nosso método de importação! Vai aprender detalhadamente como fazer suas importações e economizar muito fazendo tudo dentro da lei. Para saber mais sobre nosso método CLIQUE AQUI.

  20. Michelly Krueger Medeiros disse:

    Boa tarde!

    Estou com um problema em relação ao tributo. A receita está cobrando o dobro do que realmente gastei.
    Porém declarei 60% do total. Comprei uma media de 170 dólares e Declarei 68,38 dolares. Vale a pena eu recorrer ou aceito esse absurdo de imposto?
    Tenho todos os comprovantes dos gastos.

  21. Seguindo as instruções do artigo você conseguirá contestar Rita. Temos o nosso curso de importação, onde disponibilizamos para Alunos o documento pronto para contestar. Temos uma vídeo aula sobre isso no nosso curso Academia do Importador. Saiba mais clicando AQUI

  22. Rita de Cássia Souza Santos Melo disse:

    Boa tarde!
    Eu fiz uma encomenda em 24/04/2020 e recebi em maio. Porém somente agora em setembro estão me cobrando os tributos. Como faço pra contestar?

  23. Carla, DHL é uma modalidade diferente. Um frete que não deve ser usado para nós importadores.

  24. Carla Rodrigues disse:

    Meu marido está fora e mandou um presente pro nosso filho, 1 boné de 10 libras e 1 camiseta de 15 libras. A dhl diz que eu tenho que pagar 495,00 reais de taxa de importação!! Ele declarou os valores certinho. E mesmo assim essa taxa de exportação absurda. Devido a pandemia os correios de lá não estão enviando pra fora do país então a única opção era a dhl. Um roubo! Um absurdo!! Me sinto lesada!! Não sei como recorrer

  25. Infelizmente é assim mesmo. Na maioria das vezes não se cobra, só quando tem que pagar imposto, mas acontece.

  26. Bruna Cardoso glória disse:

    Fiz uma compra na wish paguei r$ 4.90 com frete aí o correio está me cobrando r$ 15 pelo despacho postal é justo paguei pelo produto r$ 4, 90 vale a pena não vale estou me sentindo roubada

  27. Não Luciana. DHL é uma modalidade diferente, um frete que não deve ser usado para nós importadores.

  28. Najara, a tributação é feita com base no valor total da mercadoria. Possa ser que você utilizou um frete proibido!
    Caso você tenha feito tudo dentro do que é permitido, você pode recorrer da tributação. Saiba mais nesse vídeo CLICANDO AQUI.
    No nosso curso abordamos isso detalhadamente

  29. NAJARA LOPES SAMPAIO disse:

    Ganhei uns produtos de presente, paguei somente o frete e minha amiga me deu alguns itens de banho para o bebe e outras coisas usadas . Eles cotaram em 150 dólares. Absurdo por ser produtos usados a maioria. Posso pagar a taxa e depois pedir estorno? Como faço isso ???

  30. Luciana Gasperin disse:

    Boa noite, tem como contestar quando a entrega foi feita pela DHL? Muito obrigada

  31. Você deve ter enviado por algum frete proibido para nós importadores João. No nosso curso de Importação, abordamos tudo sobre fretes que devemos ou não usar nas nossas importações.

  32. Joao disse:

    Enviei 10 peças de roupa de Londres para São Paulo. Paguei 85,00 libras de frete. Houve uma tentativa de entrega, porém a alfândega está cobrando uma taxa de 1970,00 reais. Como são roupas usadas, na nota de envio coloquei valores simbólicos, e mesmo assim, fui taxado esse valor absurdo. Você acha que vale a pena recorrer? O que eles farão com a mercadoria caso eu não pague a taxa? Obrigado.

  33. Se o valor está dentro do permitido, existe sim Vanessa! Nossos alunos tem um suporte exclusivo para fazer suas importações de maneira correta e também, para recorrer quando tem tributações indevidas nas suas compras.
    Saiba mais assistindo esse vídeo, clicando AQUI

  34. vanessa disse:

    Ola como vai?
    Gostaria de obter uma orientacao sobre um envio que fiz dos Estados Unidos para o Brasil com as roupinhas de bebe USADAS pela minha neta. Enviei aproximadamente 30 pecas (USADAS) em uma caixa pequena e a moca foi taxada em 400 reais! Estou inconformada e pedi para a moca para contentar, enviando os valores do quanto paguei pelos produtos novos. Existe esperanca?

  35. Eles calculam o imposto com base no valor do produto e do frete Natalia. Algumas empresas ocultam o valor, e quando chega na Alfândega eles não sabem quanto foi o valor do frete.
    No seu caso, por mais que você recorra, provavelmente não irá conseguir reverter a situação.

  36. Natalia disse:

    Enviei para o Brasil uma caixa com 4 jogos de lençóis que não couberam na minha cama, mas pelo peso o frete custou U$ 140,00. Agora estamos sendo taxados sobre o valor do frete, mais U$ 60,00, que eles colocaram como valor declarado (sendo que na verdade eu declarei U$32,00).
    Não tenho mais as notas dos lençóis. Acha que vale a pena eu contestar? Já que o valor é abaixo de 50,00, e os lençóis não são novos? Acho tão errado cobrarem imposto sobre o frete. Mandei pelos correios normais dos Estados Unidos (USPS). Obrigada

  37. Poxa Victor, acho melhor você tentar uma revisão deles. Da uma olhada nesse artigo do ID CORREIOS

  38. Victor disse:

    Fiz uma compra de um fone (produto pequeno e leve) no valor de 135 reais, e fui taxado em 147 reais, está super abusivo!

  39. Leia esse mesmo artigo completo Robles. Mencionei o documento disponibilizado pelos Correios.

  40. Robles disse:

    Boa noite, como faço para pedir reembolso da taxa de importação, depois de pago a mesma. O produto tem um valor aproximado de 350 reais uns 70 dólares na cotação atual. Solicito ajuda para esta duvida. Desde já agradeço.

  41. Você vai pagar e depois entrar com um processinho que ensinamos no curso e você pode achar na internet também, pedindo o dinheiro de volta.

  42. Olá Sidney tudo bem?

    Você deve ter enviado seu celular por fretes de empresas de courier e para quem tem as recomendações certas, como meus alunos, sabem que esse tipo de frete é proibido pra nós importadores, justamente por isso, ter muitas taxas a mais. Se você tivesse enviado via usps ou correio tradicional se não for do Eua não ia acontecer este problema e você só ia pagar os 60% de imposto.

    Procure saber pois acredito que estes ART ai no final são multas por declarar menos.

    No mais sugiro procurar um advogado e tentar uma liminar.

  43. Lucas disse:

    Boa tarde. Fiz o requerimento de revisão do II e o pedido foi indeferido.

    Porém, continua a cobrança equivocada. Como posso recorrer?

  44. Sidnei Daleprani disse:

    Comprei um celular de pouco mais de 600 dólares e para minha surpresa a receita está cobrando 7500 reais de imposto. Vale a pena recorrer? Até pagaria os 60% mais ICMS, agora 7500 reais é sonho. E o e-mail informa que o produto será destruído caso eu não pague, não é devolvido ao remetente.

    DURANTE O PROCESSO DE INSPEÇÃO, O AUDITOR-FISCAL REAVALIOU :
    VALOR DECLARADO PELO EXPORTADOR DA REMESSA DE USD 100,00 PARA USD 688,23
    VALOR DO FRETE DECLARADO PELO EXPORTADOR DA REMESSA DE USD 30,00 PARA USD 37,59

    SEGUEM ABAIXO UMA PRÉVIA DOS VALORES DEVIDOS:
    VALOR FOB INFORMADO EM USD 688,23
    VALOR DO FRETE EM USD 37,59
    TAXA DE CONVERSÃO PARA REAIS 5,2760
    VALOR ADUANEIRO EM REAIS 3.829,43
    VALOR DO IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO (60%) 2.297,66
    VALOR DO ICMS 1.254,94
    VALOR DO FECP RJ (2%) –
    SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS 84,11
    TAXA INFRAERO – US$ 0,70 / KG 1,85
    PRE PAID TAXES – 0,5% (MÍNIMO 1,00) 36,82
    ART 703 3.103,52
    ART 725 707,30
    ART 711 –

    VALOR À PAGAR DA FATURA R$7.486,19

  45. Poxa Tami… A Fedex é um tipo de frete proibido para nós importadores. Tem muitas taxas extras!
    Explico sobre isso no nosso curso. Para saber mais sobre nosso curso de importação veja ESSE VÍDEO.

  46. Tami disse:

    Mandei como presente pra minha netinha em Dublin na irlanda, itens de bebê pela empresa fedEx, a qual me cobrou 3 vezes o valor que os correios contariam. Mas devido a pandemia optei por mandar por eles. A empresa entregou o meu presente depois do prazo, o que era pra ser em 10 dias foram quase 30 dias. Agora depois de duas semanas que foi entregue, minha filha recebe uma cobrança de um imposto de 312 reais. Absurdo, uma vez que já pagamos bem mais caro que os correios. Absurdo!

  47. Se é empresa de courrier é assim mesmo. Geralmente as isenções são para fretes simples, se usam courrier não se aplica. Vou pesquisar para ver se para livros é assim mesmo.

  48. Karoline dos Santos Silva disse:

    Eu comprei 100 euros de livros para a minha pesquisa do mestrado. Comprei via empresa de Courrier a maldita da Chronopost. Agora estão falando que tenho que pagar taxa aduaneira mas como se livros não são taxados aqui no Brasil? To achando muito estranho… alguém sabe alguma coisa sobre??

  49. Abra uma disputa no aliexpress e cite isso. COmo está voltando eles vão devolver o dinheiro.

  50. gislaine ssilva disse:

    COMPREI UM CELULAR NO ALIEXPRESS FUI TAXADA EM 747 REAIS, PEDI A REVISAO PASSOU PARA 955 REAIS OPTEI EM RECUSAR A MERCADORIA, ISSO OCORREU DIA 07/04 DEPOIS DISSO O SITE NÃO TEVE ATUALIZAÇÃO. ESTOU SEM O CELULAR E SEM O DINHEIRO O QUE DEVO FAZER

  51. Tente se informar lá, acho que pode ser útil.

  52. Veio por que transportadora? Geralmente se é courier(dhl, fedex) é assim mesmo.

  53. Sim, pague e depois entre com um requerimento. Porém você vai receber de volta a diferença que pagar a mais. Não tem como recuperar todo o dinheiro porque passou de 100 dolares a compra.

  54. Sim, paga e entra com a ação. Ou deixa voltar e depois envia novamente.

  55. Ingrid disse:

    Fiz um compra de 110 dólares … Fui taxada em 539 reais ( fizeram a conta como se fosse 180 dólares) entrei.com requerimento e foi negado mano anexando todos os comprovantes… Oq faço ? Pago e depois entro com ação pra receber o valor cobrado a mais ?

  56. Fatima Eliana de Paulo disse:

    Comprei 250 mascaras que foram enviadas de Hong kong, quando a mercadoria chegou recebi uma ligação que dizia ser do correio informando que a mercadoria havia chegado, o valor que diziam sobre as taxas eram absurdas. Fui fazer o rastreamento da mercadoria e percebi que so poderia ser fraude. Minha pergunta é que tinham informações privilegiadas. Estranho. Muito estranho.

  57. Gab disse:

    Fiz uma compra em dezembro de 2019 no valor de $51,73 (pagando no boleto R$214,41), chegou em fevereiro e fui taxada, recorri 2 vezes e até agora querem que eu pague imposto!
    Fiz uma outra compra agora em março de 2020 no valor de $47,27 cheio, sendo que recebi um grande desconto porque me deram um produto errado em outra encomenda e acabei de fato pagando apenas R$81,97 (o valor em dolar tinha sido menos de $20,00!!!!) e agora eles estão tentando me cobrar erroneamente pela 2º vez!!!!!
    Estou pedindo como pessoa física!!!!
    Como faço?!!!
    Onde denuncio? Procon?!

  58. Jl disse:

    Comprei um tablet na data de 11/11/2019 no site da AMERICANAS no valor de 300 reais e os Correios esta me cobrando 200 de taxa …
    Tem como recorrer na justiça contra a americanas..
    Sendo que o pedido já foi pago na americanas e não foi entregue ainda…

  59. O que aconteceu é que você declarou menos do que vale e não tem a nota fiscal junto pro fiscal conferir, então ele supôs um valor e está te taxando naquele valor.

  60. Bruna disse:

    Recebi um telefone motorola de um amigo, ele envio dos Estados Unidos, e chegou aqui e estão cobrando 600 reais, sendo que o telefone não foi comprado aqui, so que não foi enviada a nota fiscal junto, apenas o telefone, E eu mandei a foto mas eles disseram que não era suficiente para ser revisado, e eu li no boleto que após a emissão depois dos 7 dias vai ser cobrado taxa de armazenagem que não faço ideia de quanto é, e agora estou na dúvida se pago o boleto e depois contesto de outra maneira ao invés do site, será que poderia me ajudar.

  61. Edita um processinho(tem alguns exemplos na internet) e entra direto na justiça de pequenas causas. Quem é aluno do meu curso tem o documento a sua disposição e também vários vídeos com todas as recomendações. Caso queira conhecer vou passar o link: https://academiadoimportador.com.br/sua-oportunidade/

  62. Se a pessoa que enviou mandou via empresas de courier é complicado mesmo, porque além do imposto tem icms também além de taxa da empresa. Porém se realmente for 60 dólares tem como você reaver sim. Peça uma revisão na receita federal, ou edita um processinho(tem alguns exemplos na internet) e entra direto na justiça de pequenas causas. Quem é aluno do meu curso tem o documento a sua disposição e também vários vídeos com todas as recomendações. Caso queira conhecer vou passar o link: https://academiadoimportador.com.br/sua-oportunidade/

  63. Wenderson disse:

    Olá, me foi enviado um presente da França no valor de U$60,00 dólares, veio pela UPS, Porém entre taxas, despachos aduaneiros e impostos, paguei R$746,98, a pessoa que me enviou o presente,me enviou esse valor via PayPal e eu paguei, mas gostaria de saber se consigo reaver parte do valor pago no imposto de importação?

  64. Andrea disse:

    Uma safadeza esse país t

  65. NADIRLAN disse:

    Comprei 2 camisas na C21 que totalizaram 33 dolares…mais frete deu 44 dólares…fui tributado em 346 reais. Contestei mas não foi aceita a contestação. Existe algo mais que se possa fazer?? ou eu tenho que aceitar que fui roubado?

  66. Se mandou por fretes de courier é assim mesmo. Tinha que ter orientado a pessoa a enviar pelo correio tradicional, ao enviar por DHL, FEDEX, UPS tem esses problemas aí mesmo.

  67. Roberto Marques Borges disse:

    Realizei a compra de uma peça usada para minha moto no valor de US $25.00 mais US $ 50.00 de tarifas de postagens, pelo EBAY. Quando chegou a mercadoria, .e cobraram R$ 366,91 de impostos de importação. A peça véi da Itália. De pessoa física para pessoa física.

  68. Realmente Marcelo, o post está equivocado, alterei aqui. A lei 1804 de 1980 diz mesmo que é 100 dólares. Porém a receita federal ignora esta lei e cobra imposto em compras acima de 50 dólares. Porém se a compra for menos de 100 dólares, mesmo eles cobrando o imposto, você recupera o seu dinheiro de volta com essa contestação.

  69. marcelo disse:

    Não entendi, o valor de apenas U$ 50,00 , para isenção, pois, DECRETO-LEI No 1.804, DE 3 DE SETEMBRO DE 1980, fala que o valor de isenção para importação paras pessoa física é de U$ 100,00 . E aí ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *